segunda-feira, 25 de outubro de 2010

A Educação e a Cultura Digital

Apresento um conjunto de documentos que considero interessantes sobre "A Educação e a Cultura Digital" a partir dos referenciais do Grupo de Estudos Educar na Cultura Digital. O grupo é uma iniciativa da Fundação Santillana e da Fundação Telefônica, em parceria com a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) e envolve o trabalho sobre 5 temas inter-relacionados:

1) O Mundo Digital: linha do tempo da evolução tecnológica (foco na passagem da Revolução Industrial à Era Digital)

Inovação tecnológica: o que acontece na fronteira do conhecimento
Conheça algumas das pesquisas de ponta no âmbito do desenvolvimento das tecnologias do futuro, clicando aqui.


A tecnologia aproxima o ser humano?




A Interactividade na base da vida no futuro



Tecnologia na educação





Aplicabilidade na educação







2) A Geração Interativa: quem são, o que anseiam, como se comportam, hábitos, habilidades, competências.


Avalie seu estilo de aprendizagem

QUESTIONÁRIO HONEY-ALONSO DE ESTILOS DE APRENDIZAGEM


---------------------------







3) Aprendizagem na Cultura Digital: pesquisar (análise crítica), comunicar (colaboração e compartilhamento) e publicar (autoria)




-------------------

A aprendizagem na era digital, poderá deixar o impresso?

Eles ainda preferem o papel

Os estudantes americanos escrevem mensagens de texto para os amigos o dia inteiro; pesquisam para trabalhos em laptops e se comunicam com os pais pelo Skype. Contudo quando caminham pelos gramados das universidades, ainda carregam livros pesados e antiquados – e adoram isto. “O texto impresso nunca tem o inconveniente de sumir da tela”, diz Faton Begolli, universitária de Boston. “Também não pega vírus. Sem livros, estudar não seria a mesma coisa. Eles definem há mil anos o conceito de academia.”

Em dois estudos recentes – um da associação e outro da rede Student Public Interest Research Groups –, 75% dos entrevistados disseram que ainda preferem o livro impresso. “Esses estudantes cresceram aprendendo em impressos”, diz Nicole Allen, diretora da Student Public Interest Research Groups. “Na transição para o ensino superior, não surpreende que eles continuem preferindo um formato com o qual estão acostumados”.

Segundo a Associação Nacional de Livrarias Universitárias, os livros digitais representam apenas 3% das vendas deste segmento, embora a associação preveja que eles deverão crescer para algo entre 10% e 15% até 2012, à medida que novos títulos ficarem disponíveis.


Fonte: O Estado de São Paulo, 26/10/2010 - São Paulo SP (adaptado para fins didáticos)


4) Inovação Pedagógica: diferença entre tecnologia e metodologia, a construção de um novo currículo











5) Avaliação em TICs: quais os avanços efetivos para o ensino e a aprendizagem




*** Venha conhecer:

Paris

Museu do Louvre


**** Aprenda numa das melhores escolas do mundo

MIT



Avaliação

Assuma o papel de dois dos seguintes personagens: professor, aluno ou pai de aluno. Imagine que você viajou no tempo para 2020 e assistiu à palestra de Eduardo Chaves abaixo. Escreva um e-mail para um conhecido ou parente que está entre nós em 2010, na qual expressa a sua reação às afirmações do autor.



Postado por João José Saraiva da Fonseca em 05 de novembro de 2010

Nenhum comentário: