quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Crianças, Adultos e a Pedagogia Experiencial

Crianças, Adultos e a Pedagogia Experiencial

Texto de Nelson Trindade (Sociólogo Socio-Pedagogia membro do grupo Europeu EEE

Não há formador, ninguém pode formar ninguém. Só existe auto-formação, pois ela “...passa-se na nossa “cabeça” e lá só nós é que controlamos...”. Quem é o professor ? É quem nos faz saber os conhecimentos. Quando a “maçã ensinou” ao Newton a gravidade, ela transformou-se num Professor ?? As crianças têm más notas em informática, mas em casa são uns experts em jogos e na Internet. Os adultos não aprendem nos cursos de formação profissional mas conseguem montar os moveis da IKEA. Os bebés passam todas as horas em que estão acordados a aprender “coisas”, depois não gostam de aprender. O que lhes fizemos ??? Os jovens não estão motivados para aprender ou para ir à escola, ou estão motivados para não aprender e para não ir à escola?? É um problema de motivação ou um problema de objectivo para a motivação ? O que aconteceu ?

Mais uma contribuição para uma reflexão sobre o que são afinal boas práticas para o exercício do ensinar e aprender.

Leia o artigo clicando aqui

Nota: Pode acontecer que para lerem o texto tenham de se cadastra no PLURIDOC espaço onde está disponibilizado o artigo.

Postado por: João José Saraiva da Fonseca

Nenhum comentário: