sábado, 26 de julho de 2008

Uma proposta de trabalho de educação para os mídia

Num momento em que a educação para a mídia ganha crescente aquidade, este artigo publicado no seminário SOL, revela uma interessante e preocupante utilização das novas tecnologias da informação e comunicação por grupos radicais.

Talibãs usam tecnologia para incitar à revolta

Os Talibãs estão a criar um sofisticado aparato de comunicações, recorrendo a todos os média, para divulgarem a sua ideologia e erradicar as influências ocidentais, refere um relatório do International Crisis Group.

Internet, televisão, telemóveis e rádio estão a ser utilizados pelos Talibã para difundirem as suas tácticas e ideais e, simultaneamente, para travar o avanço das influências ocidentais no Afeganistão, de acordo com um relatório do Internacional Crisis Group (ICG), organização para prevenção de guerras, citado pela Reuters.

Com os seus sites, revistas, DVDs, cassetes, panfletos e serviços de telemóvel, os Talibã são capazes de apontar e condenar os erros cometidos pelo Governo e exaltar os benefícios das suas acções terroristas.

As declarações, via e-mail, dos Talibã aos meios de comunicação falam em matar «fantoches terroristas», ou seja, as forças de segurança afegãs, e destruir os «tanques ocupantes» e aproveitar as suas armas.

Além desses e-mails, os Talibã entregam cartas aos civis, as chamadas «cartas-noite», advertindo contra a cooperação com o Governo e as tropas internacionais.

O ICG disse que o Governo afegão e os seus aliados devem esforçar-se mais para combater o enfraquecimento do apoio público e a alienação causada por detenções arbitrárias e baixas civis, exploradas pelos talibãs, através dos seus meios de comunicação social.


A propósito de talibãs, uma crítica da fita "O caçador de pipas" está disponível no You tube e pode ser assistida abaixo. Também disponibilizamos da mesma fonte dois trailers. Ver a fita "O Caçador de Pipas" e discutir o texto acima pode contribuir pra uma maior compreensão sobre a utilização dos meios de comunicação enquanto fontes ideológicas.

- Crítica à fita "O Caçador de Pipas"



Fonte: Veja Cinema


- Trailer da fita "O Caçador de Pipas"




- Video livro "O Caçador de Pipas"





Apresentamos também um vídeo interessante de um trabalho realizado por jovens brasileiros sobre o livro e o seu autor.



Postado por João José Saraiva da Fonseca em 26 de Julho de 2008

Nenhum comentário: