quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Como elaborar conteúdo para uma aula a distância

Notícia publicada no portal UNIVERSIA que retrata a minha intervenção no 4º Seminário Nacional de EAD e que apresenta as minhas ideías sobre como elaborar conteúdo para uma aula a distância, respondendo a uma pergunta do jornalista.




Professor-autor: como elaborar conteúdo para uma aula a distância


Dois trabalhos científicos focados na elaboração do conteúdo virtual foram apresentados nesta segunda-feira, dia 10, segundo dia do 4º Seminário Nacional de EAD, promovido pela ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), em Brasília. Um, de autoria do professor João José Saraiva da Fonseca, da Faculdade Integrada da Grande Fortaleza, com o título "Professores autores de material didádico para educação a distância: relato do processo de acompanhamento pedagógico", focou na importância do professor-autor ser também o tutor do curso. "Quando isto não é possível, é importante que o autor pelo menos acompanhe durante um período o trabalho do tutor, para dar feedback, orientá-lo e, se for o caso, dependendo da interação do aluno, reelaborar o material", disse Fonseca.

O outro trabalho - "Educação a distância e o conteudista: uma relação dialógica" -, de autoria de Cynthia Rosa, da Universidade Católica de Brasília, reforçou a necessidade por um outro tipo de pensar a aula em um curso a distância. Ela salientou a diferença da elaboração de um curso a distância com um curso presencial. "Em um curso de EAD, é preciso pensar hipertextualmente", explicou Rosa. "Além disso, é preciso formular uma relação consciente, ativa e propositiva com o aluno."

Rosa destacou alguns problemas comuns: muitas vezes a vivência e o traquejo no universo acadêmico atrapalham o professor na hora de elaborar um curso a distância, pois ele carrega consigo os vícios do curso presencial, e acaba reproduzindo o mesmo ritmo e formato. "Professores muito experientes geralmente têm dificuldade de dialogar com o aluno. Têm o mau hábito de achar que sua função é transmitir conhecimento, sem acatar sugestões, ou repensar a forma de apresentação do tema. Além disso, muitos professores-doutores são experts em um assunto, mas escrevem mal. E escrever bem é essencial em EAD."

O documento no formato original pode ser lido clicando aqui.


Fonte: Portal Universia - Brasil


Postado por João José Saraiva da Fonseca em 14 de agosto de 2008

Nenhum comentário: