sábado, 13 de novembro de 2010

Mídia-educação

O professor da Universidade Católica de Milão, Pier Cesare Rivotella, apresenta um interessante conceito: Mídia-educação, em entrevista ao o jornalista Marcus Tavares, do site Rio Midia. Da entrevista retirei as afirmações que considerei mais interessantes.

O autor propõe como conceito para Mídia-educação:

É um campo de pesquisa e intervenção relativamente novo e bastante abrangente. Tem o objetivo de promover uma educação com a mídia, por meio dela e sobre ela, levando em conta as implicações deste processo no dia-a-dia da sociedade e como esta própria sociedade interpreta esta influência. Antigamente, o binômio mídia-educação era entendido apenas como um movimento que incentivava o uso dos aparatos tecnológicos (da mídia) no cotidiano escolar. Hoje, o conceito é outro, evoluiu. Mídia-educação é muito mais do que isso: é um campo de pesquisa e de ação que ultrapassa os muros da escola e que, portanto, merece estudo e atenção.

O mídia-educador deve saber trabalhar com a comunicação e deve ter também conhecimentos da área educacional. Não se trata de um técnico da área, um especialista, mas de uma pessoa que conhece os meandros das duas áreas (comunicação e educação) e que sabe dialogar com todos os profissionais envolvidos em um processo de produção de mídia - agindo como um coordenador.

O mídia-educador é mais amplo do que o chamado Educomunicador, difundido no Brasil pela Universidade de São Paulo, por meio do professor Ismar de Oliveira. Educomunicador é aquele que trabalha com a mídia na educação, na escola. Hoje, todos os educadores precisam ser educomunicadores, afinal é praticamente impossível trabalhar na escola sem articulá-la com a mídia.

O mídia-educador, não é um profissional que trabalha, prioritariamente na escola. Contudo, além das escolas, o mercado de trabalho carece deste profissional, seja nas empresas de comunicação, nas produtoras, nas agências de publicidade ou nos sets de filmagens. Atualmente, as empresas de mídia têm apenas uma visão mercadológica e comercial de seus produtos.

O mídia-educado é um profissional que está apto a trabalhar nas empresas de comunicação, gerenciando e supervisionando as produções de acordo com os interesses da sociedade e os direitos das crianças e dos adolescentes.

O Educomunicador, o mídia comunicador são duas figuras muito importantes que se complementam, mas diferentes. Neste campo, podemos ainda identificar um terceiro profissional: o chamado educador de multimeios, que tem o objetivo apenas de alfabetizar a criança ou o adolescente no mundo eletrônico.

A apresentação abaixo, sintetiza algumas das idéias do autor:


Postado em 13 de novembro de 2010 por Joao Jose Saraiva da Fonseca

Nenhum comentário: