sexta-feira, 12 de junho de 2009

Consumo e dia dos namorados

No dia dos namorados uma reflexão sobre o consumo



Postado em 12 de junho de 2009 por João José Saraiva da Fonseca

4 comentários:

FLÔR disse...

É um vídeo rico em conteúdo, porém com diferentes informações que, ao meu ver dificulta a assimilação.

Maria Duarte disse...

É um video bem interessante, recheado de informações úteis, nos leva à refletir sobre como contribir para diminuir ainda mais o lixo que prodimos e assim quem sabe um dia melhorar o planeta, não mais para mim é claro, mas para o futuro.

Samuel disse...

O interessante do video é justamente a quantidade de informação em tão pequeno espaço de tempo (sintese). Seu objetivo não precissamente instruir, senão concientizar, e isso consegue. Quem quera saber mais deve pesquisar, o que também é muito bom. Estimula a procura de informação e o aprendizagem.
Com certeza que quem fez este material não pesquisou um nem dois dias.

Kelly disse...

Esse vídeo superou as espectativas do tema. a verdade é que temos presenciado, entendido e participado desse processo ativamente. Sabemos que isso é uma realidade. O consumismo tão estimulado, nesde a mais tenra idade, produz uma sobrecarga de trabalho exaustiva. Houve uma mudança de valores: o ser não importa mais, porque o seu cartão de visitas é o que você tem. Estamos viviados no clico de trabalhar-compra-pagar-trabalhar-pagar-comprar... como bem foi explicado no vídeo.
Tenho um colega de trabalho que foi visitar a irmã que mora na Europa; ele disse que as pessoas descartam bicicletas, que aqui consideraríamos novas, só porque tem vontade de comprar outra. A mídia faz bem o seu trabalho de confudir fútil com útil, na realidade isso se tornou até profissão, pessoas ganham muito dinheiro ao desenvolverem idéias para venda dos produtos. Usam artistas, crianças, coisas e até animais para dizerem que precisam de mais e mais coisas. Sustentabilidade é um assunto muito falado hoje. Empresas ganham prêmios ao estimularem essa prática, mas isso sempre é feito acompanhado da estimulação do consumo do seu produto. Somos o que podemos ter.... é o que a mídia tem pregado...é o conscientemente alimenta e estimula o nosso trabalho. Precisamos mudar.