segunda-feira, 15 de junho de 2009

Novas tecnologias na educacao para poupar dinheiro?

Schwarzenegger quer substituir livros didáticos por ensino online

"O exterminador do futuro Arnold Schwarzenegger apresentou nesta semana um plano para substituir os livros didáticos tradicionais nas escolas californianas por recursos digitais como o Facebook, Twitter e iPods. Com isso, o governador da Califórnia pretende reduzir o déficit orçamentário do estado, que ultrapassa os US$ 24 bilhões.

Schwarzenegger acredita que com a medida os alunos terão uma melhor formação. Segundo o El País, o ator austríaco nota que os jovens são pioneiros em adotar sites como Facebook e Twitter e baixar arquivos para seus iPods. Graças a essa familiaridade, a internet também se apresenta como a melhor maneira de distribuir conteúdo em salas de aula. Além disso, textos digitais são mais fáceis de se adaptar de modo a manter o ensino atualizado. A partir do próximo ano letivo, que nos EUA começa em agosto, os estudantes de ciências e matemática nas escolas da Califórnia terão acesso a textos online, que passarão por revisões acadêmicas.

Não deixando de lado as possíveis vantagens de aprendizado, o principal motivo da mudança é dinheiro. Segundo reportagem da BBC, a Califórnia gastou no ano passado US$ 350 milhões com livros didáticos. Na segunda-feira, o governador assinou uma ordem que retira o financiamento de contratos a partir do dia 1º de março para evitar que agências estatais firmem novos compromissos de compra de livros.

Cada departamento e agência estatal deve detalhar como gastou cada centavo dos contratos, para estarmos seguros de que o Estado está conseguindo fazer o melhor com o dinheiro do contribuinte - disse Schwarzenegger.

Fonte: O Globo

Que as novas tecnologias da informação e comunicação podem ter um papel importante na aprendizagem, parece inegável. Agora reduzir a sua utilização apenas a elementos financeiros, não tem sentido. Poderá ter até efeito contrário, estimulando a ideía de que as novas tecnologias se opõem à educação presencial.

Postado em 15 de junho de 2009 por João José Saraiva da Fonseca

Nenhum comentário: