domingo, 4 de janeiro de 2009

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Autor:
João José Saraiva da Fonseca

Objetivos:
- caracterizar o processo de avaliação num curso de educação a distância.
- Conhecer os princípios que fundamentam a avaliação em educação a distância.

Antes de tudo...

O processo de avaliação da aprendizagem em educação a distância, tem como particularidade a separação física entre o aluno e a instituição que promove o curso, o que conduz à necessidade de utilizar estratégias diferenciadas em relação à educação presencial, de modo a conseguir o objetivo de desenvolver a autonomia crítica do aluno face à realidade que o rodeia. Nesse contexto qual será o papel da avaliação na educação a distância?

Quais as dimensões da avaliação num curso de educação a distância?

Estudar a distância é um processo autônomo de construção da aprendizagem, requerendo estratégias e instrumentos de avaliação diferenciados da educação presencial.

A avaliação em educação a distância, respeita o tempo de avaliação do aluno, atendendo às suas “demandas e estratégias de aprendizagem” (Hoffmann, 2001: p. 59), quebrando o paradigma da seqüência padronizada e rígida de tarefas avaliativas.

Quais as características da avaliação dos alunos em educação a distância?

Atendendo à diversidade dos alunos, a educação a distância estabelece com eles mecanismos de comunicação e interação, visando o conhecimento mútuo, a motivação e o acompanhamento do processo de aprendizagem sob diferentes dimensões avaliativas. A avaliação contempla para além da matéria aprendida pelo aluno, o desenvolvimento e mudança de atitudes, o desenvolvimento de criatividade, a capacidade para se relacionar, etc. (Gutierrez e Prieto, 1991).

A avaliação em educação a distância ganha uma dimensão mediadora, que projeta e vislumbra o futuro, subsidiando uma compreensão dos limites e possibilidades dos alunos e o permanente ajustar das estratégias pedagógicas (Hoffmann, 2001). Pensada, planejada e concretizada de forma coerente com os objetivos definidos para a aprendizagem, adquire contornos de continuidade de modo a acompanhar o processo de aprendizagem. Permeia todo o processo educativo, constituindo mais um fator que contribui para a aprendizagem do aluno (Perrenoud, 2000). Ela é baseada em tarefas que são propostas ao aluno ao longo do curso, devendo ser efetuadas num determinado período de tempo. Registradas em portfólio e associadas a uma permanente comunicação e interação com o aluno, elas adquirem papel mais importante e fidedigno das reais aprendizagens dos alunos do que as provas presenciais.


Aspetos a considerar na avaliação dos alunos em educação a distância

Tipologia
* Testes de avaliação aplicados pelos tutores
* Testes realizados através de computadores
* Testes inclusos no material impresso
* Portfólio
* Avaliação negociada entre os alunos e tutores.

Momento
* A pedido do aluno
* Num momento fixo determinado pela entidade promotora do curso

Freqüência
* Uma só vez
* Um número limitado de vezes
* As vezes que o aluno desejar

Oportunidades
* Os alunos têm de realizar a avaliação numa só vez
* Os alunos realização parte da avaliação quando estiverem preparados


Fonte: Elaborado com base em Freeman (1977: 91)


Quais os instrumentos para a avaliação na educação a distância?

A avaliação em educação a distância combina uma variedade de instrumentos que possibilitam contemplar aspetos quantitativos e qualitativos (Russo 2001). As tarefas a desenvolver durante o curso envolvem entre outros, exercícios práticos, estudos de caso, comentários de textos, auto-avaliação e mesmo a realização de provas escritas que poderão ser respostas abertas, fechadas, mistas, etc.. A avaliação pode contemplar também a participação em chats e fóruns e listas de discussão, tempo em que esteve on-line no curso. Todo esse percurso tem o acompanhamento constante do tutor, que realiza o registro do desempenho individual do aluno recorrendo a bases de dados que permitam gerenciar a informação em tempo hábil. De acordo com o Art. 7 do Decreto 2494/98 determina que a avaliação “do rendimento do aluno para fins de promoção, certificação ou diplomação”, terá de ser realizada “por meio de exames presenciais”.


Quais os reflexos da avaliação sobre o processo de ensino aprendizagem em educação a distância?

A avaliação é o reflexo do processo de aprendizagem, envolvendo aspectos pedagógicos, programáticos, curriculares, educacionais e sociais. A educação a distância apresenta uma proposta de avaliação que:
- estabelece claramente o que vai ser avaliado;
- se apresenta como corretiva, oferecendo informações sobre os erros e suas eventuais causas, orientando para a resposta correta e o modo de a alcançar;
- seleciona técnicas adequadas para avaliar o que realmente se deseja avaliar;
- utiliza conscientemente um conjunto diferenciado de técnicas de avaliação, tendo em conta as suas possibilidades e limitações de aplicação;
- define a avaliação como um meio para alcançar fins e não um fim em si mesma;
- encara o erro como um elemento fundamental à produção de conhecimento pelo ser humano.

A avaliação progride rumo à individualização, respondendo rápida e eficientemente às necessidades do aluno e constituindo deste modo fator de motivação e de sucesso na aprendizagem. A educação a distância com o recurso das novas tecnologias da informação e comunicação, associa a autonomia da aprendizagem à individualização da avaliação no sentido de promover uma educação promotora de um individuo inteiro em todas as inteligências e cidadão consciente dos seus deveres e crítico dos seus direitos.

A avaliação em educação a distância caracteriza-se por ser “diagnóstica, formativa, permanente, somativa, contínua, processual, sistêmica, polissêmica, global/integrada (entre todos os envolvidos: cursistas, professores, coordenadores, secretarias,MEC, comunidade/sociedade)” (Mec, 2001: 18). É fundamental que o avaliador conheça profundamente o trabalho de cada estudante, para tal devem ser propostas múltiplas atividades avaliativas considerando aspectos do conteúdo, da interação e da reação afetiva ao ambiente de estudo.

Quais os âmbitos da avaliação num curso de educação a distância?

A avaliação em educação a distância englobará a avaliação da aprendizagem, mas também contemplará a avaliação do material didático, dos domínios administrativo e pedagógico, avaliação da tutoria, possibilitando a recolha integrada de uma rede de informações que possibilitem uma avaliação concreta do curso.


A avaliação em educação a distância engloba também a vertente institucional nas suas dinâmicas internas e externas. Caracterizada pela continuidade e variedade de instrumentos aplicados, os dados coletados facilitarão a retificação e redirecionamento das estruturas organizativa e pedagógica. A avaliação institucional interna é imediata. A externa se processa a médio e curto prazo atendendo entre outros aspetos:
“- ao desempenho profissional dos egressos em face dos perfis de recrutamento, condições de mercado de trabalho, capacidade de adaptação no emprego e de ascensão na carreira;
- ao potencial de utilização dos recursos disponíveis e à capacidade de integração e interação da instituição com as necessidades de desenvolvimento local ou regional;
- a outras dimensões de qualidade e de desempenho que venham a ser consideradas” (Niskier,1999: 70).


Ler mais o que


Relatório da Comissão para a educação superior a distância
(PORTARIA MEC nº. 335, de 6 de fevereiro de 2002)


AVALIAÇÃO DE ALUNOS E INSTITUCIONAL

Há que ser considerada a existência de uma dupla avaliação: uma avaliação consagrada à análise do aproveitamento dos alunos; e outra dedicada à aferição e contribuição à melhoria da qualidade institucional.
Naquilo que concerne à avaliação do aproveitamento dos alunos constata-se a necessidade de coibir fraudes. Nesse sentido, a exigência de momentos presenciais em alguns momentos do processo avaliativo da educação a distância se revela indispensável. No mais, a avaliação deverá ser efetuada ao longo do curso, como desdobramento necessário de seu caráter avaliativo, e não só ao final das atividades. Há que se considerar ainda a importância da avaliação institucional, que
obedecerá aos mesmos critérios e padrões fixados para os cursos presenciais, observadas as peculiaridades da educação a distância. Esse processo de avaliação institucional deve contemplar as dimensões interna e externa entendendo a avaliação interna como um amplo processo de auto-avaliação envolvendo seus diferentes atores: docentes, alunos e pessoal técnico-administrativo, visando a afirmação da qualidade como parâmetro único e irrecusável para a educação, seja qual for o seu nível ou grau.

Sei ou não sei

- Como relacionar a necessidade de promover a autonomia do aluno com a necessidade de avaliar o aluno?
- A avaliação em educação a distancia enfrenta o desafio da segurança e da seriedade do processo. Como tentam as instituições que promovem cursos de educação a distancia ultrapassar essa situação?
- Quais os aspetos mais importantes a avaliar no desempenho de um aluno que estuda a distancia?

Atividades de avaliação

Terminada a leitura do texto “AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA”, reflita sobre as seguintes questões:
- quais as especificidades da avaliação num curso a distância?
- quais os cuidados essenciais quando se planeja a avaliação de um curso a distância?
- Qual a sua opinião sobre a avaliação presencial num curso de educação a distancia? Será que a utilização de outras pratica avaliativas poderia evitar a presencialidade? Proponha algumas praticas avaliativas para a educação a distancia, que possam garantir a segurança e seriedade do processo de avaliação, mas que não envolvam a presencialidade.

Síntese

A avaliação em educação a distancia é um processo autônomo de construção da aprendizagem, requerendo estratégias e instrumentos de avaliação diferenciados dos que são utilizados na educação presencial. Ela combina uma variedade de instrumentos que possibilitam contemplar aspetos qualitativos e quantitativos. Um curso de educação a distância deverá contemplar para além da avaliação da aprendizagem, a avaliação do funcionamento do curso como um todo e da intervenção de cada um dos seus diferentes intervenientes em particular.


O portfólio registra todos os trabalhos, contribuições, descobertas, reflexões realizadas pelo aluno e pelo grupo. O registro efetuado auxilia na auto-avaliação, com a vantagem de ajudar o aluno a desenvolver sua autocrítica, a
ampliação da consciência do seu trabalho, de suas dificuldades e das possibilidades e seu desenvolvimento.

A segurança e a seriedade do processo de avaliação, tem sido justificativa para a manutenção da obrigatoriedade da avaliação presencial na educação no Brasil, como referido no o Art. 7 do Decreto 2494/98


Bibliografia

GUTIERREZ, F. e PRIETO, D. A mediação pedagógica: Educação a Distância Alternativa. São Paulo: Papiros 1991.
HOFFMANN, Jussara. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre: Mediação, 2001.
NISKIER, Arnaldo. Educação a Distância: A Tecnologia da Esperança. São Paulo: Loyola, 1999.
PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 2000.
SETTE, S.S., AGUIAR, M.A. e SETTE, J.S.A. Formação de Professores em Informática na Educação - Um Caminho para Mudanças - Coleção Informática para Mudanças na Educação - MEC – 2001.

Nenhum comentário: