quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Brasil contribuirá com a reforma do ensino a distância em Portugal

A minha dissertação de mestrado fez em 2000 uma análise das potencialidades e vulnerabilidades da educação a distância em Portugal. Interessante que 2009 surge esta notícia de que "Brasil contribuirá com a reforma do ensino a distância em Portugal".

Leia o texto completo da minha dissertação clicando aqui.

Brasil contribuirá com a reforma do ensino a distância em Portugal

13/01/2009

ão Paulo, 13 de janeiro de 2009 – O Brasil será um dos participantes do encontro internacional promovido pelo governo de Portugal para reformular o sistema nacional de educação a distância (EAD).

O secretário de Educação a Distância do Ministério da Educação, Carlos Eduardo Bielschowsky, é um dos cinco convidados internacionais para integrar uma comissão de avaliação do sistema português. Também estarão presentes representantes da Alemanha, Espanha, Reino Unido e Canadá.

Segundo informações do MEC, a implantação do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) servirá de modelo no evento. A UAB está destinada principalmente à capacitação de professores da rede pública de ensino. O programa do governo brasileiro visa expandir e interiorizar a oferta de cursos de educação superior por meio da educação a distância. Atualmente, há cerca de 450 pólos da UAB espalhados por todas as regiões do país, ofertando cursos de 74 instituições públicas de ensino superior.
Durante o painel, a comissão vai elaborar um relatório com recomendações para a reforma na legislação da educação superior a distância portuguesa. As propostas serão baseadas em estudos feitos pela Universidade Aberta de Portugal e em discussões com outros especialistas no setor. Serão consultados ainda representantes do governo português, sindicatos, associações, pesquisadores, estudantes e professores.

Fonte: wnews.uol.com.br

Postado em 14 de janeiro de 2009 por João José Saraiva da Fonseca

Nenhum comentário: